logo.gif




Samba-Enredo
Marchinhas de Carnaval
Sambas-Enredo das Escolas de Samba
Os Melhores Sambas-Enredo
Fale conosco
Mapa do site



 

 



Samba-Enredo
 
Samba EnredoO que é Samba-Enredo? 
 
O samba-enredo é um estilo musical derivado do samba e é usado nos desfiles das escolas. Esses hinos retratam algumas histórias, um passado de lutas, ou até mesmo de glórias. Os enredos falam sobre os ancestrais – alguns até homenageiam componentes notáveis, como: mestres de bateria, entidades religiosas, ícones da música, personagens históricos, entre outros.  

Essas canções, hoje, são compostas pelas escolas de samba e apresentadas ao povo, como uma espécie de “fazer um samba do gosto popular”. Dessa forma, a comunidade participa ainda mais ativamente da preparação do espetáculo nas avenidas. Os sambas-enredo se iniciaram nos carnavais em 1930.

Nos anos que antecedem a década de 30, as escolas não eram responsáveis pela composição, mas sim, os grandes compositores da época. Antigamente, as músicas do carnaval eram conhecidas como marchinhas. Em 1899, foi criado um hino carnavalesco que marcou a história do evento. Salvo as recentes gerações, dificilmente, exista alguém que não conheça a marcha “Ô Abre Alas”, de Chiquinha Gonzaga.

A marcha foi feita para a escola Rosa de Ouro e marcou o carnaval do Rio de Janeiro. As marchinhas que fizeram sucesso, por um bom tempo nos carnavais, surgiram em Portugal. Lá, eram chamadas de marchas populares. Ainda hoje, é um costume dos lusitanos e acontecem no dia 12 de junho, desde o século XVIII e, atualmente, o casamento de Santo Antônio foi incorporado às marchas.

No Brasil, as marchinhas foram substituídas, aos poucos, pelo samba-enredo - uma vez que os compositores cobravam valores elevados por suas obras. Ora, personalidades como: a própria Chiquinha Gonzaga, Noel Rosa, Ary Barroso, Braguinha, Lamartine Babo, entre outros, criavam as canções para as escolas. E muitos desses hinos foram cantados por Carmen Miranda, Emilinha Borba, Almirante e outros intérpretes.

Desde então, as escolas decidiram organizar e compor os próprios hinos. Substituíram-se as marchinhas, que duraram até os anos 60, e entraram os enredos. O carnaval no Brasil cresceu, com ele, as disputas e o samba-enredo se tornou um dos critérios de avaliação nos desfiles.
 
O 1º Samba-Enredo
 
O 1º samba-enredo foi feito pela Império Serrano: Exaltação a Tiradentes, de Mano Décio da Viola e Fernando Barbosa Júnior, Estanislau Silva e Penteado, em 1949. Quanto a isso, há discrepâncias. Fala-se em Unidos da Tijuca como criadora do primeiro, em 1933.
 
 
 
Samba-Enredo -->>  Marchinhas de Carnaval